Selecione uma ou mais categorias:

+ categorias

51 / 206

SR NA LITERATURA|Textos em prosa |LP 00063

O VAQUEIRO

IP Nº 005165

Prosa poética. "Sertão cáustico. Morre o cavalo. Um bando rapina o céu. Ergue-se o vaqueiro e segue a pé. Em impasse transfaz-se a distância para o povoado. É noite e é dia. Os olhos se turvam. Caminha no pé da memória A sêde não vê cacimba e a natureza se vira contra o ser que não se rende. Com alegre endoidecimento e derradeira energia todos seus dentes se mostram num riso halado pelo sol como nas grandes invernadas dando rédea ao animal varando a facão o espinheiro rompendo mandacarús e faxeiros."

autor RICARDO, Sérgio, 1932-2020
edição
imprenta Rio de Janeiro [2010-20]
descrição física 1 arquivo digital (1 p.); doc ISBN Registro BN: 999 + 1 cópia impressa
assuntos SERTÃO / NATUREZA / BOIADA
estado de conservação Bom
identificadores RIO DE JANEIRO / ANOS 2010
notas

SIGA SERGIO RICARDO MEMÓRIA VIVA!

Este espaço é construído colaborativamente, de forma dinâmica, viva e múltipla como a obra de SR.
E é a partir dela que falamos, mostramos e trocamos cultura brasileira em todas as suas vertentes. Você também pode contribuir livremente para seguir renovando o nosso papo. É só falar com a gente no colaborar@sergioricardo.com para saber mais.
  • REALIZAÇÃO:
  •  
  • APOIO:
  • REALIZAÇÃO:
  •  
  • APOIO: