A Praça é do Povo
Sérgio Ricardo / Glauber Rocha
A praça é do povo
Como o céu é do condor
Já dizia o poeta
Dos escravos lutador

Outro poeta dizia
Que até o mar se levanta
Quando na praça em festa
É o povo quem canta
até o mar se levanta
até o mar se levanta
Quando na praça em festa
É o povo quem canta

Outro poeta lembrava
Dos tempos da alegria
Na voz do povo em festa
Enchendo a praça vazia.