Arrebentação
Sérgio Ricardo
Meu amor não me faça falar
Eu não digo, eu não posso dizer
O que vai na minha canção
Só eu sei
Só eu sei

Peça que eu plante mágoas
Plantarei
Peça que eu colha rosas
Colherei

Ai, a grande tormenta roubou
Os versos que eu tinha pra lhe dizer
E por mais que eu procure buscar
Palavras perdidas no ar
Vem a onda pra me impedir
De rimar
De rimar

Luto contra a arrebentação
E gaivotas famintas vão
Devorando a palavra
Perdida que naufragou.

Quem sabe passada a tormenta
Esta mesma palavra
Se agarre na proa de algum barco a vela
E eu volte a encontrá-la na beira do mar
Vou vesti-la de estrelas
Com brilhos de versos de claros poemas
Ponteando a viola
Eu te prometo morena
Improvisar um galope a beira mar