Luaceiro
Sérgio Ricardo
Agora
Quero ser eu mesmo nesta rua
Vou seguir pelo clarão da lua
No meu luaceiro caminhar
Espero
Que ela iluminada me apareça
Para refletir nossas cabeças
E alumiar o nosso coração
Que seja
Na chama da noite enluarada
Que a surpresa cante a claridade
Para projetar-se em nossa voz
Por hora
Vou seguir a lua em cada esquina
Me acender revendo os desatinos
Pelos cantos dessa claridão
Quem sabe
Um brilho me trave e eu me depare
Com algum olhar de lua clara
E se torne a luz do meu olhar