Vidas Rasas
Guarnieri / Sérgio Ricardo
Quantos caminhos
Quantas vidas rasas
Que será do mundo
No calor das casas
Se meus carneirinhos
Não criam asas?
Que será do mundo
No calor das casas

São filhos do medo
Rôtos andarilhos
São gado tangido
Pelos impecilhos…
Nossos pés são chagas
Nossa voz mugido…
A mão não afaga
Coração partido

Quantos cordeirinhos
Quantas vidas rasas
Que será do mundo
No calor das casas
Se meus carneirinhos
Não criarem asas
Que será do mundo
No calor das casas